Jornal Correio do Povo - 62% dos moradores da Região Metropolitana têm medo de morrer em assaltos, aponta pesquisa

Uma pesquisa, divulgada nesta quarta-feira, aponta que 62% dos moradores da Região Metropolitana têm medo de assaltos e de morrer durante roubo. O levantamento - realizado pela empresa Segmentos a pedido da Associação dos Oficiais da Brigada Militar (ASOFBM) - incluiu as cidades de Canoas, Alvorada, Gravataí, Novo Hamburgo, São Leopoldo, Esteio e Sapucaia do Sul. As entrevistas foram realizadas entre os dias 29 de setembro e 12 de outubro deste ano.

 
O estudo revelou ainda que 63,8% já foram alvo da violência e da criminalidade ou tiveram algum familiar como vítima. Devido à insegurança, os moradores mudaram comportamentos: 41,4 % pararam de sair à noite, e 23,8% procuram ter mais atenção e cuidado nas ruas.

 

Para os entrevistados, o governo do Estado é o principal responsável pela crise da segurança nas cidades. Conforme a pesquisa, a melhoria da situação passa por mais policiais nas ruas e mudanças na legislação e código penal mais rigoroso.

 

As sete cidades constataram  a falta de efetivo e de investimento da Brigada Militar, incluindo a demora no atendimento através do 190. Contudo, os moradores destacaram a atuação correta e com esforço do efetivo, os riscos de morte que correm os brigadianos e o exercício da função com dedicação apesar dos salários atrasados e parcelados.

 

O presidente da ASOFBM, coronel Marcelo Gomes Frota, avaliou os resultados da pesquisa. O dirigente rechaçou a visão de que é possível “fazer mais com menos” difundida pelo atual governo. “Temos a convicção de que essa máxima não se aplica à segurança pública”, assegurou. Ele observou que a população quer mais policiamento ostensivo nas ruas. “Não se faz segurança pública sem orçamento”, lembrou, acrescentando que é preciso “mudar a cultura e filosofia do fazer mais com menos sob pena de infelicitar mais famílias”.

 

Para o coronel Marcelo Gomes Frota, o ingresso de efetivo precisa ser regular. “A Brigada Militar está com uma defasagem de efetivo de 62%”, estimou. O presidente da ASOFBM recorda os problemas do parcelamento dos salários e da falta de promoções na corporação.

 

Fonte - Correio do Povo http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/Policia/2017/12/637080/62-dos-moradores-da-Regiao-Metropolitana-tem-medo-de-morrer-em-assaltos,-aponta-pesquisa




Vídeos

Conheça a trajetória da Entidade de Classe que representa os Oficiais da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros. Confira as ações, os desafios, as conquistas e novos projetos da Instituição.


Veja mais notícias [+]