A Associação dos Oficiais da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros Militar protocolou um ofício na Casa Civil e na Procuradoria-Geral do Estado enaltecendo o chamamento dos aprovados no concurso para Capitão da BM, publicado no Diário Oficial, no dia 27 de junho. Entretanto, a Entidade de Classe lembrou ao governo que ainda faltam 61 Capitães da Brigada Militar e 31 do Corpo de Bombeiros Militar que foram aprovados, estão prontos para serem chamados e, ainda, “não foram contemplados”.

Nos últimos meses, foram inúmeras as reuniões com o Governo do Estado, onde a Entidade apresentou a necessidade do reforço no Quadro dos Oficiais da Brigada e dos Bombeiros Militar, uma demanda que reflete, diretamente, na qualidade dos serviços prestados na área da Segurança Pública do RS. No ofício, protocolado no dia 28 de Junho, a ASOFBM sinaliza, também, que o chamamento do restante dos remanescentes representaria uma economia ao Estado, “ uma vez que esses seriam  inseridos no mesmo curso de formação que será aberto e encerra, definitivamente, o certame atual”.

Confira o que diz o Ofício

“A Associação dos Oficiais da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros Militar ASOFBM, entidade que representa os Oficiais Militares Estaduais da Carreira de Nível Superior, integrante da Federação Nacional de Entidades de Militares Oficiais Estaduais – FENEME , vem respeitosamente à presença de V. Exa , enaltecer o chamamento dos aprovados no concurso de Capitão da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros Militar conforme compromisso firmado na última reunião com a Casa Civil no qual apresentamos tal postulação. 

Seguindo na esteira de busca de avanços na Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Sul, alertamos que ainda existe a possibilidade do chamamento imediato de 61 (sessenta e um ) Capitães da Brigada Militar e 31 ( trinta e um ) Capitães do Corpo de Bombeiros Militar  que estão aprovados, prontos para serem chamados e não foram contemplados no chamamento atual. 

Tal demanda atende aos mesmos moldes do chamamento atual, apresenta economicidade ao Estado  uma vez que serão  inseridos no mesmo curso de formação que será aberto e encerra definitivamente o certame atual . 

Certos de sua compreensão, seguimos inteiramente à disposição para contribuir em todas as dimensões da Segurança Pública no Estado. 

Cel Marcos Paulo Beck -Presidente da ASOFBM

Ten Cel Roger Nardys de Vasconcellos Vice – Presidente da ASOFBM e Diretor Jurídico da FENEME”