Associação dos Oficiais e Legião Altiva participam da cerimônia que lembra os 95 anos da morte do Coronel Affonso Emílio Massot

Nesta quarta-feira (21/10) o Comandante-geral da Brigada Militar, Cel Rodrigo Mohr, o presidente da Asofbm, da Legião Altiva e Funperachi, Cel Marcos Paulo Beck, o Ex-comandante geral da BM, Desembargador Militar Cel Mendes, oficiais e praças se reuniram para homenagear o Patrono da Brigada Militar, Cel Affonso Emilio Massot. A cerimônia está ocorrendo no Cemitério da Santa Casa de Misericórdia, onde foi sepultado o corpo do Oficial, no dia 21 de Outubro de 1925.

O militar nasceu em Pelotas, em 16 de Outubro de 1865. Foi Comandante-geral da BM por mais de 20 anos. Se destacou como militar e também pela inovação, por modernizar a Brigada em diversas áreas, entre elas, na educação, logística, no policiamento aéreo ( aviação), ambiental , assim como na parte técnica, tática e cultural da Corporação.

Em seu jazigo, a Brigada Militar, a Asofbm, Legião Altiva para expressar o respeito e a reverência ao Patrono da BM, depositaram em seu túmulo, uma Coroa de Flores, representando o símbolo da vida eterna. Também foi realizado, o toque silêncio em homenagem ao Massot.

O cerimonial da BM, resumiu a história gloriosa do Cel Massot, entre elas as batalhas enfrentadas e vitórias, durante o seu Comando. Após, o Capelão da Brigada, Alexandre Chaves, fez uma oração em memória ao militar. O presidente da Asofbm e Legião Altiva em seu discurso lembrou que o oficial foi o primeiro Coronel, Comandante oriundo da Brigada Militar. “Foi o homem que mudou o perfil da Brigada” , acrescentou. O Comandante-geral, Cel Rodrigo Mohr lembrou que “olhar para a história da Brigada é trazer o idealismo do militar”, por isso há planos de trazer o busto dos coronéis Cel Aparício e Cel Massot para Academia de Polícia Miltar. Relacionou, também, que uma das atuais lutas pelo todo foi o subsídio pleiteado pela Asofbm, desde o ano passado, que eliminou as diferenças entre a tropa. Agradeceu os veteranos pelo resgate dos fatos que tornaram forte a Instituição.

Massot, além de um grande Oficial e visionário, para os militares estaduais é exemplo de virtudes morais e cívicas. Resgatar sua lembrança é demonstrar o orgulho à Corporação e do seu efetivo.

Participaram da cerimônia o diretor de cultura, Cel Ubirajara Anchieta, a major Marcia Adriani, o chefe de inteligência da Associação, Cel Jorge Alvorcem, Ten Cel, Régis Reche, o chefe de gabinete, Gabriel Gularte, oficiais e praças da reserva, reforma e da ativa.

Confira parte da homenagem. A cobertura completa você confere na TV Asofbm.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Associe-se hoje mesmo a quem defende e apoia você!