Jornal do Comércio

A Associação dos Oficiais da Brigada Militar vem a público manifestar seu apoio incondicional à vida dos profissionais da área da educação e se solidariza quanto às suas reivindicações para se inicie a vacinação contra COVID-19. Desde o início da pandemia, os profissionais da educação têm sido demandados em muitas frentes: levantamento da situação de estudantes, preparação de aulas remotas, adaptação ao uso de plataformas e recursos tecnológicos, reestruturação do processo avaliativo, apoio a centenas de alunos sem condições para acompanhamento às aulas, tudo isso conciliado com o aumento dos desafios inerentes às atividades em home office e da pandemia do coronavírus.

Reforçamos que os profissionais da educação tratam do futuro do País. Futuro que deve ter a premissa quanto à saúde de crianças e adolescentes. Dessa forma, esperamos que os governos priorizem esses profissionais que, diariamente, ensinam a lição fundamental: que a educação e a dignidade humana antecedem qualquer interesse político que não tenha como princípio a defesa da vida.

Entendemos que a vacinação aos professores é a maior arma para combater o coronavírus e que tal imunização deverá garantir os direitos de crianças e adolescentes que devem ser salvaguardados em um cenário de pandemia. Da mesma forma, protegê-los de todo tipo de negligência e exploração.

Cel Marcos Paulo Beck
Presidente da ASOFBM

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Associe-se hoje mesmo a quem defende e apoia você!