Pacientes com COVID-19 do HBM de Porto Alegre estão sendo transferidos para outros hospitais que atendem pelo IPE por falta de medicamentos

A Associação dos Oficiais da BM, em conjunto com outros representantes de classe da área da segurança pública, esteve hoje, no Hospital da Brigada Militar de Porto Alegre. De acordo com denúncias apontadas, leitos da UTI estão sendo fechados por falta de medicamentos para a Unidade de Tratamento Intensivo. O tenente coronel Artur Arregui Zilio, Diretor Geral do HBM explicou que apesar do hospital estar crescendo, seis pacientes foram repassados para outros hospitais que atendem pelo IPE. Lembrou que no dia 6 de abril, a Secretaria da Saúde do Estado repassou os insumos para 69 hospitais. Mas, o HBM ficou de fora, pois não atende pelo SUS. Disse também que o hospital não está conseguindo comprar os medicamentos do fornecedor, o laboratório cristalia. Atualmente, cinco pacientes estão internados na UTI do HBM de Porto Alegre.

O Cel Marcos Paulo Beck durante a reunião, colocou à disposição o departamento jurídico da Associação dos Oficiais. O encontro reuniu o Deputado Estadual, Doutor Thiago Duarte, representantes da Asofbm, Sindiperícia e Asstbm.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Associe-se hoje mesmo a quem defende e apoia você!