ROSANE DE OLIVEIRA ZERO HORA P. 12: Manuela cresce e disputa pelo segundo lugar se acirra

A duas semanas da eleição, a nova pesquisa do Ibope em Porto Alegre constatou que a vantagem da candidata Manuela D?Ávila (PCdoB) sobre os adversários se ampliou e que a disputa pela outra vaga no segundo turno se mantém acirrada entre Nelson Marchezan (PSDB), Sebastião Melo (MDB) e José Fortunati (PTB). Como o percentual de indecisos caiu de 11% para 8% e o de votos brancos e nulos baixou de 13% para 8%, restam poucas chances de os outros nove candidatos se aproximarem do quarteto.

Manuela passou de 24% para 27%. Três candidatos estão tecnicamente empatados, com pequena variação na ordem em relação à pesquisa anterior: Nelson Marchezan, que estava em quarto lugar, passou de 9% para 14% e alcançou Sebastião Melo, que subiu de 11% para 14%. José Fortunati caiu de 14% para 13%. Como a margem de erro é de três pontos percentuais, Marchezan, Melo e Fortunati estão tecnicamente empatados. Nenhum dos outros nove tem mais de 4%.

A solidez da candidatura de Manuela se expressa na pesquisa espontânea, em que o entrevistado responde em quem pretende votar, sem ver a lista de candidatos. Nessa simulação, ela lidera com 20%, Marchezan tem 12%, Melo, 10% e Fortunati, 7%.

Em uma campanha em que a propaganda de rádio e TV recuperou a importância, pela limitação das atividades de rua, a qualidade das produções explica, em parte, os resultados. Todos tiveram maior exposição em debates e entrevistas que deixam as fragilidades mais evidentes.

O Ibope cruzou os nomes dos quatro primeiros para simular o segundo turno. O resultado aponta vitória de Manuela contra Marchezan (45% a 37%) e empate técnico com Fortunati (41% a 40%) e Melo (43% a 40%). O atual prefeito perde também para Melo e Fortunati. O resultado atrapalha a estratégia dos adversários de dizer que é o único capaz de derrotar Manuela. O segundo turno é outra eleição e não há como apontar favoritos.

Aliás
O resultado da pesquisa do Ibope deixa o PT numa sinuca em relação ao impeachment, já que os números sugerem que o prefeito Nelson Marchezan seria o adversário mais fácil de Manuela enfrentar no segundo turno. Os vereadores do PT votaram a favor da abertura do processo na Câmara.

Propostas para a educação

Os quatro candidatos que aparecem nas primeiras posições na pesquisa do Ibope serão entrevistados a partir de hoje sobre um dos temas mais relevantes da gestão pública: a educação.

A série de sabatinas com meia hora de duração, batizada de Diálogos Educação Já Municípios, é uma iniciativa do movimento Todos pela Educação e está sendo desenvolvida em cinco capitais. Em Porto Alegre, será realizada em parceria com Zero Hora e GZH.

Com base na pesquisa do Ibope de 5 de outubro, foram convidados Manuela D?Ávila (PCdoB), José Fortunati (PTB), Sebastião Melo (MDB) e Nelson Marchezan (PSDB). Os candidatos serão entrevistados pela titular da coluna e pelo repórter Guilherme Justino. A primeira entrevista será com Sebastião Melo, hoje, às 13h.

As sabatinas serão transmitidas ao vivo pelos canais de GZH e pelo YouTube do Todos Pela Educação.

Agenda de sabatinas

SEBASTIÃO MELO (MDB)

Hoje, às 13h

NELSON MARCHEZAN (PSDB)

3/11, às 14h

MANUELA DÁVILA (PCDOB)

5/11, às 15h

JOSÉ FORTUNATI (PTB)

6/11, às 11h

Marun reclama

O ex-ministro Carlos Marun, que chefiou a Secretaria de Governo de Michel Temer, ficou indignado por ter sido chamado de falastrão, em nota que tratou de sua promessa de liberar parte da nova ponte do Guaíba em dezembro de 2018.

Marun afirma que tentou fazer com que a obra avançasse, estabelecendo como objetivo a inauguração no final daquele ano.

“Coloquei sempre como o maior obstáculo a remoção das famílias que residiam irregularmente no trajeto. E obviamente só tentei porque os engenheiros responsáveis pela obra me disseram que valia a pena tentar. De forma nenhuma me arrependi do que fiz”, escreveu Marun.

Herança do time de Mandetta

Abortada pelo presidente Jair Bolsonaro diante da repercussão negativa pela interpretação equivocada de que se tratava da privatização do SUS, a ideia de incluir Unidades Básicas de Saúde e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) no programa de parcerias com a iniciativa privada não nasceu da cabeça do ministro Paulo Guedes.

A proposta é herança do gaúcho Erno Harzheim, que a formulou quando foi secretário de Atenção Primária à Saúde, na gestão do então ministro Luiz Henrique Mandetta.

Melhora a avaliação de Marchezan

Com maior tempo na propaganda de rádio e TV, graças à aliança com o PL e o PSL, e um marketing acertado, o prefeito Nelson Marchezan (PSDB) conseguiu melhorar a imagem de sua administração na nova pesquisa do Ibope.

No início de outubro, somente 16% avaliavam a administração Marchezan como ótima ou boa. Agora, esse índice subiu para 25%. O regular passou de 32% para 39% e a soma de ruim e péssimo caiu de 50% para 35%.

Quando a pergunta é se aprova ou desaprova a forma como Marchezan vem administrando a cidade, houve uma mudança bastante significativa. O índice de aprovação subiu de 26% para 36% e o de reprovação caiu de 67% para 57%.

Essa mudança de percepção explica por que Marchezan, mesmo enfrentando o processo de impeachment na Câmara e sendo atacados por todos os adversários, foi o candidato que, ao lado de Manuela, mais cresceu em intenções de voto, tanto na espontânea (passou de 6% para 12%) como na estimulada (subiu de 9% para 14%). A rejeição se mantém alta: 36%, mesmo índice de Manuela.

As avaliações do governador Eduardo Leite e do presidente Jair Bolsonaro em Porto Alegre se mantiveram estáveis, com variação positiva dentro da margem de erro.

O governador tem saldo melhor do que o presidente. Leite está com 30% de bom e ótimo e 29% de ruim e péssimo. Bolsonaro tem 29% de bom e ótimo e 49% de ruim e péssimo.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Associe-se hoje mesmo a quem defende e apoia você!