Verba arrecadada através da Campanha da ASOFBM “O HBM É Nosso!” será investida em Projetos Sociais da BM

Nesta quarta-feira (10/02) a Associação dos Oficiais da Brigada Militar, através da Fundação da BM, entregou o valor de R$ 12.256, 25 para a Capitã Anziliero, responsável pelo serviço de assistência social da Brigada. O valor foi arrecadado através da Campanha da Associação que iniciou em 2019. O cheque simbólico, o último do valor arrecadado, foi entregue pelo presidente, Cel Marcos Paulo Beck, pelo diretor administrativo da Fundação, Cel Carlos Hirsch, o diretor da ASOFBM Cel Ubirajara Anchieta, na presença do diretor, Ten Cel Jorge Alvorcem e da diretora do Sicredi Mil, Leticia Gazzola.

De acordo com a Capitã Anziliero, a verba será destinada em dois projetos sociais, um que já está em andamento referente a violência doméstica e outro, que será para Escola de Educação Infantil Tio Chico da BM, onde será implantada uma agenda virtual com contato direto entre a Escola e os pais dos alunos, através de um aplicativo. “ É uma ajuda muito bem-vinda”, declarou a Capitã, “ será um investimento que será aproveitado com ética e transparência”, salientou ao agradecer a iniciativa da ASOFBM.

O presidente da ASOFBM, Cel Marcos Paulo Beck disse que “ essas campanhas tem um mérito, não pela arrecadação, mas porque o Estado olhou com mais atenção aos hospitais”. Lembrou que a Associação desde 2018, vem colaborando. O Hospital da Capital concluiu a reforma de oito leitos, através da doação de R$ 50 mil dos associados da ASOFBM. Em 2019 e 2020, duas campanhas foram lançadas para arrecadar fundos aos hospitais. Reforçou que através de uma emenda parlamentar do Deputado Estadual, Doutor Thiago Duarte foram destinados mais R$ 100 mil reais para o Hospital de Porto Alegre e R$ 50 mil para o de Santa Maria. As obras já iniciaram. Na Capital, um novo acesso ( com cobertura) ao hospital está sendo construído. O projeto original, entregue ao Deputado Estadual, no HBM de Porto Alegre, prevê vaga exclusiva para ambulância, manter vão livre da cobertura, criar fluxo correto dos carros ao pronto atendimento. Diariamente, cerca de 1.800 pessoas circulam pelo o hospital.

Já a unidade de Santa Maria, está à espera do recurso, via emenda parlamentar. O Hospital presta atendimento aos policiais militares das regiões Central, Fronteira e parte do Sul do Estado. Cerca de 85% dos atendimentos são para policiais militares e seus dependentes. O restante é para servidores civis do Instituto de Previdência do Estado do Rio Grande do Sul (IPE Saúde).

Texto Ascom Asofbm. Jornalista responsável Cristina Adami MTB/8482

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Associe-se hoje mesmo a quem defende e apoia você!